Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Um blog mais ou menos fit

Este é apenas um espaço de partilha de algumas coisas do meu dia-a-dia, alimentação, desporto.... coisas mais ou menos fit :-)

Um blog mais ou menos fit

Este é apenas um espaço de partilha de algumas coisas do meu dia-a-dia, alimentação, desporto.... coisas mais ou menos fit :-)

Inspiração #2 - Eu era um cepo!

Já vos tinha falado aqui de uma amiga que embarcou numa "viagem" em busca de uma vida mais saudável, na mudança dos seus hábitos alimentares e no regresso ao exercício físico que tinha deixado de praticar há alguns anos.  

A Inês era das pessoas, se não a pessoa, que eu conheço que comia pior, tinha uma alimentação bastante desequilibrada...e exercício físico há anos que era zero... mas ela é a prova de que mudar é possível quando queremos! 

E por isso hoje trago-vos um bocadinho mais da história da sua mudança que a vida sofreu com esta "viagem" :-)

 

 

Fala-me do teu passado com a comida? 

 

A relação da Inês com a comida nunca foi muito boa. Na adolescência, por volta dos 14/15 anos andou perto da anorexia, chegou a perder 10kg num mês porque praticamente deixou de comer... achava-se gorda e não gostava do seu corpo, embora não fosse gorda! Comia muito pouco, chegava a almoçar apenas um iogurte.

Esta fase demorou cerca de 6 meses a um ano e foi quando leu a entrevista de uma anoréctica que deixou de ter o período devido à doença que abriu os olhos. No entanto embora nunca mais tenha voltado a este ponto, a Inês continuou sempre a achar que se voltasse a comer normalmente ia engordar e a sua relação difícil com a comida continuou... 

"Sempre tive o metabolismo muito lento, e uma alimentação bastante desequilibrada, nunca jantava por exemplo. Comia apenas uma refeição decente por dia, ao almoço." 

 

 

Porquê mudar? E porquê procurar ajuda profissional?

 

Há bastante tempo que tinha noção que a alimentação que fazia era bastante desequilibrada e há algum tempo que se interessava pelos temas da alimentação saudável e biológica e existia um desejo de mudar a sua relação com a comida.

 

"Queria mudar de vida, aprender a comer, comer saudável, sentir-me saudável e, se conseguisse, sentir-me bem no meu corpo. Sabia que queria mudar, mas tinha noção que precisava de ajuda."

 

Ouviu falar no Miguel num workshop que fez e também através do blog da Maça de Eva e decidiu contactá-lo.

 

B0Y0CwgCcAAPm-r.jpg

 

 

E exercício físico, já fazias antes?

 

Em pequena fez balé, natação e mais tarde ginásio (basicamente aulas de grupo, aeróbica, step, etc) mas por volta dos 20 anos deixou de fazer desporto. 

O facto da mãe ter alguns problemas de saúde, de ter pouca mobilidade e de se mexer pouco também a motivou para mudar, para voltar ao desporto, pois não quer sofrer dos mesmos problemas. 

Voltar ao desporto já fazia parte dos planos da Inês e foi uma mais valia que encontrou no plano porque este incluía também um plano de exercícios.

 

 

Quanto tempo durou o plano? E em linhas gerais em que consistia?

 

O plano durou 4 meses.

A nível de exercício físico seguia um plano de exercícios de cardio e musculação que fazia 5 vezes por semana. Durante 4 meses, a Inês foi ao ginásio às 7h da manhã antes de ir trabalhar! É preciso vontade e muita determinação!

Na alimentação, em linhas gerais o plano tinha como objectivo a aceleração do metabolismo e o ganho de massa muscular. Passava por fazer 7 refeições diárias, 2 que incluíam hidratos de carbono (o almoço e o jantar) e as restantes apenas com proteína e gorduras saudáveis. Os alimentos eram pesados e existia uma lista de alimentos permitidos e alimentos proíbidos. 

Eu acompanhei a Inês nestes quatro meses e vi que não era um plano fácil de seguir, e que exige bastante esforço e dedicação. 

 

 

O que mais te custou durante os 4 meses?

 

Esta resposta nem demorou meio segundo!

"As tentações!" Pois claro só podia :-)

 

"A primeira semana foi horrível, a segunda menos má e depois habituei-me."

Vocês acreditam que o mais complicado para a Inês de início foi a quantidade de comida que tinha que comer?! Porque diz ela que passou de fazer 3 refeições para 7 refeições diárias... "nos primeiros dias adormecia cheia, acordava cheia". Nos primeiros dias andava sempre enjoada, mas passou rapidamente pois o corpo adaptou-se passado poucos dias e os primeiros resultados também começaram rapidamente a aparecer!

 

  

Onde encontraste motivação para continuar?

 

"Ver a evolução compensa tudo!" respondeu-me a Inês com um sorriso de orelha a orelha :-)

E é verdade, em qualquer coisa na vida, quando vemos resultados ficamos motivados para continuar!

O plano era seguido semanalmente atrás do envio de um relatório com medidas e fotografias de comparação com a semana anterior. Ver a evolução de umas fotos para as outras e os cm's a reduzir foram a motivação para levar o plano até ao fim!

  

when-you-feel-like-quitting-remember-why-you-start

 

 

Então e resultados?!

 

Os resultados não podiam ter sido melhores. 

Menos 5kg, menos 9 cm de barriga, menos 10 cm de anca, um tamanho abaixo de calças e claro que um corpo muito mais tonificado devido ao exercício físico! Se estão a pensar que 5kg é pouco ou que são poucos cm's deixem-me clarificar que a Inês não era gorda nem tinha excesso de peso quando iniciou o plano. 

Menos 10cm de peito, um tamanho abaixo de soutien... esta é a parte menos boa, mas as meninas que já passaram por este processo sabem como é... na verdade porque o nosso peito é basicamente gordura.

 

 

O que mudou na tua vida com este plano?

 

"O melhor que plano me trouxe foi a relação saudável que tenho hoje com a comida."

"A minha relação com a comida deu uma volta de 180 graus. Descobri que gosto de comer! Agora como com prazer, quando antes comia com sentimento de culpa!"

 

 

E como é a tua vida depois do plano?

 

De vez em quando a Inês volta ao plano para limpar o organismo, para fazer um detox. 

Durante a semana tenta ser mais regrada e seguir em linhas gerais o plano mas ao fim de semana permite-se a cometer alguns excessos.

 

"Se me apetece uma pizza, como uma pizza. Mas se já comi algumas porcarias nos dias antes opto por não comer, é o equilíbrio!"

"Agora lido bem quando como algo que sai fora do supostamente saudável, porque sei o que fazer para compensar, atingi o equilíbrio!"

 

199513_10150174384999680_2508271_n.jpg

 

Vejam o blog dela, o Eu era um cepo, se a quiserem conhecer melhor e seguir a sua vida depois do plano! 

 

4 comentários

Comentar post